Predador entrevista leitora empresária circense



Se você não entendeu o título dessa postagem, deveria ler o Blog Homem é tudo palhaço. Por ventura do acaso tive a oportunidade de entrevistar - uma entrevista pra lá de breve - uma "leitora empresária circense". Acompanhem!


No trabalho...

- Você já escolheu um palhaçinho pro seu circo?

- Não, melhor deixar ele assim mesmo.

- Cuidado! Circo que não dá show acaba indo a falência!

- Comigo isso não vai acontecer.


- E o que te leva a pensar assim?!

- Palhaço tem em toda esquina!

- Então por que você escolhe tanto, como se tivesse procurando algo?

- Gosto de me divertir...


- Só na entrevista? Sem levar ele pro picadeiro?!

- Eu procuro um cara legal...

- Então você procura um palhaço legal? [ápatico]

- Existem muitos tipos de palhaços! - afirma inocentemente nossa cara leitora

- E qual é o tipo que você procura?

- Boa pergunta...!

- Acabou a entrevista!


T.O.M - Osasco/SP


Conclusão: Todas as mulheres tem ao menos uma reclamação sobre predadores (que elas chamam de palhaço), o problema é que a grande maioria delas não tem um "pretender" fixo, não sabe o que procura, apenas aponta e diz que não acha. Oras, agora lhe pergunto: você por um acaso já achou algo que não sabia nem ao menos o que era?
Faço minhas as palavras da Roberta (Blog HTP): "palhaçada, né?!".


Obs.: Não estou me referindo as mulheres no geral, apenas em específico as amadoras empresárias circenses. [risos]

4 Response to "Predador entrevista leitora empresária circense"

Mateus disse...

Uma mulher que não sabe o que quer...
fica com qualquer um, mas sempre acha defeito.
Bom... de predador pra predador...
empregada por uma noite. ;)

ow.. gosto muito do seu blog.
To compensando o calote que levou da 'raposinha'.
fui

perplife.blogspot.com

Giovana disse...

As mulheres escolhem muito, porque são bem resolvidas e sabem bem o que querem.

ideiasdepresente disse...

Vai ver ela ainda está descobrindo o que quer :) Essas coisas a gente descobre crescendo e eu acho, na verdade, que a gente nunca pára de aprender... Talvez ela tenha sido infeliz na resposta, na escolha de palavras. Tenho certeza que o que ela queria dizer, por trás do "boa pergunta" é "Um que me faça feliz, mas ainda não sei como é."

E vai no instinto...

Guilherme Lombardi disse...

As mulheres são sempre muito seletivas

Related Posts with Thumbnails
powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme